Siga-nos

OiCanadá

Moradia

Banco suíço aposta em fim da bolha imobiliária em Vancouver e Toronto

Todo ano o banco suíço de investimentos UBS lança o Índice Mundial da Bolha Imobiliária e a versão de 2018 é pessimista em relação a Toronto, que aparece em 3⁰, e Vancouver, que está no 4⁰ lugar do ranking das bolhas mais prontas para explodir a qualquer momento. Na lista do UBS, só Hong Kong e Munique, na Alemanha, trazem mais riscos para os compradores queas duas maiores cidades do Canadá.

O termo “bolha” é utilizado no mercado imobiliário para descrever um preço substancialmente equivocado e que se reproduz por um certo tempo. Mas há um detalhe interessante: a existência da bolha só é comprovada mesmo quando ela estoura. Enquanto isso não ocorre, o que impera é a dúvida: compro agora porque os preços vão subir ou não compro agora porque os preços vão cair? Segundo o banco, as rachaduras estão ficando evidentes no caso das duas cidades canadenses.

Tanto em Toronto quanto em Vancouver, houve a introdução de legislação para tentar conter a rota para o alto dos preços dos imóveis. As medidas conseguiram esfriar um pouco o mercado, mas os preços não chegaram a cair.

Para os organizadores da lista, o grande culpado da alta desenfreada é a facilidade de se financiar a compra, ou seja, os juros baixos. E também apontam para a concentração da economia digital nas grandes cidades e uma tendência geral à urbanização.

Mas eles citam ainda o que muitos acham ser o maior problema canadense: a entrada de gente endinheirada no mercado, em especial estrangeiros, à procura de uma economia estável que sirva de porto seguro para seus investimentos.

Agora, o pessoal do USB acha que Toronto e Vancouver vão ter que encarar a chegada de uma onda de alta dos juros que vai estourar a bolha. Os corretores de imóveis e construtores discordam, mas a verdade é que vivemos o pior momento dos últimos 28 anos em relação à “home affordability”. E outro banco, o RBC, mostrou em um relatório recente que o custo mensal de se ter uma casa no Canadá subiu cerca de 10 pontos percentuais do ano passado para cá. O culpado? A alta dos juros.

Tudo isso, porém, são apenas especulações. Talvez bem informadas, mas a verdade é que ninguém tem certeza em relação ao futuro. A única coisa certa é que Toronto já passou por uma eclosão de bolha imobiliária. Foi nos anos 90, quando a cidade viu sete anos seguidos de preços despencantes.


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Moradia

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Posts Populares

Topo